Capítulo 98

legado_g5

A Maldição dos Comediantes!

c98_img01

c98_img02

c98_img03

Um novo dia chegava à Mansão, e eu resolvi que a minha terceira aspiração seria voltada para a família. Isto faz com que seja o primeiro herdeiro a ter uma terceira aspiração. Comecei a passar mais tempo com o meu o que fez de nós Bons Amigos… mas parece que também o Vladmir tenta passar algum tempo com o Edu.

c98_img04

c98_img05

c98_img06

O André é um rapaz muito sossegado e reservado, talvez seja assim por querer ser um jovem génio… a Alice divertia-se no computador, e o Vladmir dançava ao som de uma boa música… já o Edu brincava feito tonto com as bolhas da banheira…

c98_img07

c98_img08

c98_img09

Tentava fazer com que o tempo passado com o Camilo fosse de qualidade, e ainda percebia que ele gostava mesmo da mãe… e ainda bem… até fui eu que lhe fiz o bolo!

c98_img10

c98_img11

c98_img12

Ele cresceu já agarrado ao telemóvel, puxando definitivamente o pior traço da Cristina, e com o seu Dom Criativo voltou-se para a música! Fui o primeiro a abraçá-lo agora que cresceu.

c98_img13

c98_img14

c98_img15

Tivemos um belo momento em família, e quando a minha irmã chegou foi passar algum tempo com o sobrinho. O Edu tratava da horta, e podemos perceber que o André gosta mesmo de ter o seu espaço.

c98_img16

c98_img17

c98_img18

Fui escrever, e era possível ouvir as demonstrações de amor vindas do quarto do lado!

c98_img19

c98_img20

Terminei o meu dia na companhia do André e do Edu, e a Cristina já tinha ido dormir…

c98_img21

c98_img22

Na manhã seguinte, o Vladmir reencontrou a sua mãe, e o Edu começou cedo a treinar mixologia agora que tinha arranjado um emprego em culinária…

c98_img23

c98_img24

A minha irmã reencontrou o fantasma da nossa avó, e o Camilo descarregava a sua raiva matinal no pobre boneco que estava no seu quarto…

c98_img25

Ele antes de sair para a escola parecia mais calmo, pelo menos quando abraçou a mãe.

c98_img26

c98_img27

c98_img28

A Alice estava sempre pronta a contar uma piada, afinal é o trabalho dela!

c98_img29

c98_img30

A Cristina foi trabalhar, e chegou o meu cheque com os direitos autorais, e ainda o cheque com os primeiros direitos que a Cristina receberia de uma aplicação.

c98_img31

c98_img32

Parecia que um novo amor estava prestes a despertar na Mansão, embora entre eles existisse uma diferença colossal de idades… e quando chegaram das aulas os meninos foram estudar.

c98_img33

c98_img34

c98_img35

A minha irmã ainda treinava mesmo com a idade a pesar, e o Edu foi trabalhar a sua mente na mesa de xadrez… é certo que a minha irmã não tinha a mesma capacidade de antes!

c98_img36

Eu tinha o André como um filho, afinal ele não tinha um pai presente… embora…

c98_img37

c98_img38

c98_img39

…talvez arranjasse um padrasto em breve! O amor está no ar!

c98_img40

c98_img41

c98_img42

O Camilo jogava num dos computadores, a Cristina trabalho enquanto conversava com o Alexandre, e a Renata dançava na companhia do Vladmir e do André…

c98_img43

Podiam ouvir-se as risadas vindas do telescópio…

c98_img44

c98_img45

…que infelizmente acabaram da pior forma possível!

c98_img46

c98_img47

c98_img48

Na manhã seguinte, a Renata tentava consolar o filho… mas nada era mais triste que ver o André a sofrer pela casa, e a arrastar-se para as aulas… ele ficou orfão!

c98_img49

c98_img50

c98_img51

As horas vão passando, e para a Renata nada é mais animador do que treinar, ou incentivar a treinar… o meu chque mostrava que a reedição do meu livro tinha sido um sucesso, e ainda chegaram as contas… já o Vladmir passava horas a tratar da horta…

c98_img52

c98_img53

c98_img54

Mais tarde, ajudei os meninos com os trabalhos, claro que o Camilo percebia todo o apoio que eu tinha de dar ao André… a Renata descontraia no computador, e o Edu chorava pela sua amada…

c98_img55

c98_img56

Sentia-me bem, afinal não é para todos… pagar as contas e ainda ficar com uma bela poupança, acho que fiz o melhor por esta família. Talvez tenha sido o herdeiro que mais dinheiro conseguiu juntar, mas os anteriores construíram esta Mansão com muito suor… a Cristina sempre que podia trabalhava…

c98_img57

c98_img58

(Camilo)
Arrastei o meu primo para o bar… já não o podia ver a chorar! Mas, ele parece que encontrou alguém interessante… como não encontrei ninguém da minha idade, fui tocar…

c98_img59

c98_img60

Afinal encontrei uma pessoa, embora mais velha, quem sabe se o futuro reserva alguma coisa!

c98_img61

Depois passamos a noite a conversar com o meu pai, e contamos algumas das aventuras.

c98_img62

c98_img63

c98_img64

Adeus Alice!

arvore_c98

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: